Conteúdos mais lidos em 2017

Entre os conteúdos mais acessados pelos leitores temos desde entrevistas sobre educação e direitos humanos até infográficos sobre importações e exportações de livros. A lista a seguir enumera as publicações mais lidas ao longo do primeiro semestre de 2017, em sua maioria reportagens e entrevistas produzidas para publicação em portais de internet vinculados a projetos de responsabilidade social. A exceção é o infográfico sobre comércio internacional de livros impressos, que foi criado como exercício durante curso da Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo – Abraji sobre jornalismo de dados.

Confira os links para os conteúdos e fique à vontade para comentar e compartilhar.

1. Da peneira à profissionalização no futebol: um sonho arriscado

Da peneira à profissionalização no futebol: um sonho arriscado

2. Vera Saboya – formação de leitores nas bibliotecas parque do Rio de Janeiro

Vera Saboya – formação de leitores nas bibliotecas parque do Rio de Janeiro

3. Instrumentos para a democratização da gestão escolar – Parte 2

Instrumentos para a democratização da gestão escolar – Parte 2

4. Ana Mae Barbosa – Direito à cultura e à educação

Ana Mae Barbosa – Direito à cultura e à educação

5. João Batista de Andrade – Diversidade cultural na América Latina

João Batista de Andrade – Diversidade cultural na América Latina

6. Daniel Munduruku – Direitos das crianças indígenas

Daniel Munduruku – Direitos das crianças indígenas

7. Quais os principais parceiros do Brasil no mercado internacional de livros impressos?

Quais os principais parceiros do Brasil no mercado internacional de livros impressos?

8. Daniela Rueda – Produção cultural na economia solidária

Daniela Rueda – Produção cultural na economia solidária

9. Território do Brincar – A linguagem da brincadeira

Território do Brincar – A linguagem da brincadeira

10. Vincent Carelli – O audiovisual indígena

Vincent Carelli – O audiovisual indígena

Uma ideia sobre “Conteúdos mais lidos em 2017

  1. Boa seleção de textos, Bernardo. O infográfico destaca situação, no mínimo interessante, sobre o comércio internacional de livros.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *