Coleção paradidática leva educação patrimonial a escolas maranhenses

Patrimônio Contado - Iphan

* Publicado originalmente no Blog Educação no dia 5 de agosto de 2015.

Ana, Artur e José são três amigos que vivem grandes aventuras na cidade fictícia de Tapuitapera, palavra que remete ao primeiro nome do município de Alcântara, no Maranhão. O cenário da história dos três adolescentes, narrada na coleção Patrimônio Contado – Alcântara, é povoado pelas lendas, tradições e costumes da população da cidade maranhense e se desenrola em meio às suas edificações históricas.

Produzida pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional – Iphan, a coleção de quatro livros paradidáticos é distribuída na rede municipal de ensino para uso em sala de aula da quinta à oitava série. De acordo com a superintendente do Iphan/MA, Kátia Bogéa, essa foi a estratégia escolhida para introduzir a educação patrimonial nas escolas de Alcântara, cidade que é patrimônio brasileiro desde 1948.

“O nível de qualidade da educação no município é muito baixo e, por isso, não havia a conexão entre educação e cultura dentro do sistema de ensino, para as crianças começarem a perceber a importância de suas referências culturais a partir da escola. Tendo observado isto, criamos livros paradidáticos com uma história de aventura de adolescentes da mesma idade dos alunos do Ensino Fundamental 2. E essa história, que se passa ao longo de quatro anos, tem como pano de fundo as referências culturais do município”, explica Bogéa.

A idade e a etapa educacional escolhidas, de acordo com a responsável pelo projeto, correspondem ao período de formação no qual o adolescente está mais apto a apreender conceitos de cidadania, de família, de pertencimento e de patrimônio. Dessa forma, o projeto espera fomentar a valorização das referências culturais e a visão crítica dos alunos. “A gente espera que eles compreendam essa herança cultural, que valorizem suas referências culturais e que consigam ter uma visão crítica diante dessa massificação que estamos vivendo, dessa pasteurização da cultura, para que consigam defender sua própria identidade cultural”, afirma a especialista.

Desenvolvimento do material

A coleção Patrimônio Contado – Alcântara foi desenvolvida a partir do conceito de patrimônio cultural, que inclui tanto o patrimônio material, que vai de edificações a documentos e obras de arte, quanto o patrimônio imaterial, que engloba as referências culturais, os saberes, os fazeres, as festas, as celebrações, a gastronomia, entre outros elementos. A elaboração do material paradidático, que inclui, além dos quatro livros, dois volumes voltados à formação dos professores, é fruto de parceria entre o Iphan, a Universidade Federal do Maranhão – UFMA e a Prefeitura de Alcântara.

A produção do conteúdo teve como primeiro passo, em agosto de 2007, a realização de uma pesquisa em quatro escolas de Alcântara – Cajueiro, Sede, Oitava e Raimundo Sú – e, após essa etapa, foram realizadas oficinas com alunos, técnicos do Iphan, professores e pesquisadores acadêmicos. Os livros que tiveram origem nesse processo misturam à narrativa sugestões de exercícios e debates para a construção de conhecimento em conjunto. Entre as propostas, por exemplo, está a elaboração, pelos alunos, de um glossário com descrições de conceitos como comunidade ou ruínas, colocando em debate temas como identidade e memória. Os volumes dedicados aos professores, por sua vez, visam o desenvolvimento de um processo de formação dialógico, envolvendo a construção de conhecimento em conjunto por estudantes e docentes.

A importância da introdução da temática patrimonial na educação, segundo Bogéa, entende-se pelo fato de a preservação do patrimônio se sustentar sobre dois pilares: o conhecimento sobre esse patrimônio e o seu uso. “Pois se você conhece o seu patrimônio cultural, você o valoriza e você o defende. Não adiantam apenas ações de preservação, recuperando e restaurando edificações e trabalhando com o patrimônio imaterial por meio do registro, se a população não compreende a importância dessa sua herança cultural e ela própria não se transforma em sua maior defensora”, conclui.

Confira, a seguir, links para download da coleção Patrimônio Contado – Alcântara.

Patrimônio Contado: Alcântara, Cultura e Educação – Livro 1
Clique para baixar.

Patrimônio Contado: Alcântara, Cultura e Educação – Livro 2
Clique para baixar.

Patrimônio Contado: Alcântara, Cultura e Educação – Livro 3
Clique para baixar.

Patrimônio Contado: Alcântara, Cultura e Educação – Livro 4
Clique para baixar.

Patrimônio Contado: Alcântara, Cultura e Educação – Livro do professor – Volume 1
Clique para baixar.

Patrimônio Contado: Alcântara, Cultura e Educação – Livro do professor – Volume 2
Clique para baixar.

Bernardo Vianna / Blog Educação